Comentários


 

Pergunta

Será que o Sol um dia morrerá? Como se formaram os planetas?

Resposta

Todas as estrelas nascem e depois morrem, como estrelas normais.
Mas o tempo de existência duma estrela é enorme, embora a sua vida depende da quantidade de massa que contém.
O Sol tem uma vida que durará cerca 10.000 milhões de anos. Mas como já existe à cerca de 5.000 milhões de anos, faltam ainda 5.000 milhões de anos para acabar.
Mas, embora acabe como o Sol como o conhecemos agora, ele não desaparece, mas vai-se transformar noutros corpos diferentes.
Sobre os planetas, temos de ir à formação de todo o sistema solar.
Este formou-se de uma nuvem gigantesca de gás e poeiras, que começou a contrair-se diminuindo de tamanho e aumentando a quantidade de matéria na parte central. Ao mesmo tempo, começou as rodar em torno de si própria, cada vez mais depressa, de maneira a que parte dessa nuvém formasse um disco em torno da parte central.
O centro da nuvém, cada vez mais compacto e mais quente, deu origem ao Sol, que começou a irradiar para o exterior, em todas as direcções, uma espécie de vento, formado por radiação e partículas eléctricas.
Este vento empurrou o gás mais leve para o exterior do disco, ficando a poeira que, sendo constituída por pequenas porções de rochas e metais, se foram juntando de maneira a formarem corpos que, com o passar do tempo, foram aumentando até formarem ao planetas Mercúrio, Vénus, Terra e Marte.
O gás mais leve, que foi afastado pelo vento solar, juntou-se, mais longe no disco, ao gás e poeira que lá se encontrava, ficando aí uma grande quantidade de matéria. Esta matéria começou também a juntar-se em corpos cada vez maiores e deu origem aos planetas Júpiter, Saturno, Urano e Neptuno, gigantes porque aí tinha o gás empurrado pelo vento solar.