Comentários


 

Pergunta

Quais os componentes do chá que provocam excitação? A teína é um deles? Que efeitos tem no corpo humano? Os chás comerciais são todos excitantes ou há alguns que não o são?

Resposta

O chá (folhas secas de plantas da família Theaceae, incluindo Thea sinensis, Camellia e Gordonia) é rico em cafeína (também chamada teína), tendo também um pouco de teobromina e ainda menos de teofilina. Estas três substâncias são todas metilxantinas, substâncias que, por bloquearem os receptores da adenosina, têm efeitos estimulantes do sistema nervoso central (reforçam o estado de vigília, diminuem o sono, provocam ansiedade). Para além destes efeitos excitantes, os efeitos da ingestão crónica de chá não são muito bem conhecidos. Há trabalhos que sugerem efeitos prejudiciais ao sistema cardiovascular. Por outro lado têm vindo a descrever-se efeitos protectores, mais marcados para o chá verde, em relação a uma série de cancros. Estes efeitos protectores são provavelmente devidos a compostos tipo flavonoides (que são anti-oxidantes) e não à cafeína.
A ingestão habitual de bebidas com xantinas leva ao aparecimento de tolerância (diminuição dos efeitos) e dependência (as pessoas sentem-se mal se não tomam).
Todas os produtos extraídos daquelas plantas referidas (que se chamam, com propriedade, chás), incluindo o chá verde, são excitantes. Por vezes vendem-se com aromas adicionados (pêssego, etc.), mas a base é o chá, logo é excitante. As pessoas chamam chá, por vezes, a infusões doutras plantas (tília, cidreira, etc), que não têm xantinas e não são excitantes.